AVIPE - Associação Avícola de Pernambuco


DESEMPENHO DO FRANGO VIVO NA 4ª SEMANA DE JULHO


O frango vivo comercializado no interior paulista percorreu a quarta semana de julho (17 a 23, seis dias de negócios) sem qualquer alteração em relação às semanas anteriores ou, mesmo, em relação a boa parte do mês anterior. Ou seja: continuou operando em mercado entre calmo e fraco e com a cotação-base inalterada em R$2,95/kg. “Cotação-base”, explica-se, pois tiveram continuidade os negócios a preços inferiores. Uma vez que pouco ou nada deve se modificar nesta última segunda-feira de julho, hoje, 25, essa cotação deve completar 40 dias de vigência.

Devido ao alto custo, não representa estabilidade ideal. De toda forma, corresponde a uma remuneração bem melhor que os R$2,50/kg que vigoraram, praticamente, pelo mesmo espaço de tempo atual entre o final de abril e o início de junho.Uma vez que, no decorrer desta semana, começa o retorno das férias e tem início a preparação para a retomada do período escolar, é possível que a procura comece a aumentar, com o que o mercado – tanto da ave viva como da abatida – pode se firmar, abrindo espaço para alguma recomposição das cotações.

E se nada acontecer, esta será a primeira vez no último quadriênio em que o frango vivo atravessa todo o mês de julho sem registrar qualquer alteração nos preços praticados. Pois, como mostra o gráfico abaixo, entre 2013 e 2015, embora registrando níveis de incremento relativamente pequenos, o frango vivo sempre encerrou o mês com valor superior ao do início do período.

Fonte: Avisite – SP 26/07


 

Untitled Document
Cotações - Canal Rural
Avicultura Industrial
Nutrivil
Guia Gessulli

AVIPE - Associação Avícola de Pernambuco